EN PT
EN PT
voltar

Guimarães: menos 3256 jovens no desporto federado

A Diminuição deve-se ao impacto provocado pela pandemia Covid-19 no desporto federado no concelho de Guimarães.

A pandemia Covid-19 teve um impacto muito negativo no desporto federado no concelho de Guimarães. De acordo com os resultados obtidos no âmbito de um levantamento realizado pelo Centro de Estudos do Desporto de Guimarães (CEDG), verificou-se uma redução de 3256 jovens a praticar desporto nos escalões de formação e menos 3112 praticantes no desporto federado, considerando apenas as principais modalidades coletivas (andebol, basquetebol, futebol, futsal, hóquei em patins e voleibol). Em 2019/20 estas modalidades representavam 4608 praticantes federados em Guimarães, quando na época 2020/21 contam-se apenas 1496 praticantes.

No relatório disponibilizado pelo CEDG – intitulado Impacto da pandemia Covid-19 no desporto federado no concelho de Guimarães – os escalões de formação, cujas competições nas modalidades coletivas estão suspensas desde março de 2020, foram particularmente afetados com uma diminuição em 88% no número de praticantes, representando menos 3256 crianças ou jovens a fazer desporto federado em Guimarães. Futebol, futsal e hóquei em patins, foram as modalidades mais penalizadas nos escalões de formação, com quebras no número de praticantes superiores a 90%.

Analisando por género, verificou-se uma maior diminuição da prática desportiva no género masculino, com menos 71,53% de praticantes, em comparação com o género feminino, onde a redução foi de apenas 37,84%.

Os resultados obtidos no concelho de Guimarães acompanham a tendência nacional onde as federações de andebol, basquetebol, futebol, patinagem e voleibol, assinalam menos 173 mil jovens a praticar desporto, o que representa uma diminuição de 78,5% no número de praticantes, em comparação com a época anterior.

Este estudo surge enquadrado no contexto de pandemia que dura há aproximadamente um ano e que continua a ter forte impacto na prática desportiva. Com a realização deste levantamento pretendeu-se identificar o real impacto da pandemia no concelho de Guimarães e fazer a comparação de dados entre a época desportiva de 2019/20 e a de 2020/21, percebendo as dinâmicas nas diferentes modalidades e no número praticantes.

As federações de andebol, basquetebol, futebol, patinagem e voleibol, integram mais de 50% do número total de praticantes federados em Portugal. Em Guimarães essas federações representam quase 60% do número de praticantes. Estas cinco federações criaram em 2020 um grupo estratégico de trabalho para dar resposta ao impacto da pandemia no desporto.

A recolha de informação para a realização do estudo foi realizada entre o dia 21 de dezembro de 2020 e 8 de janeiro de 2021, junto das federações e associações regionais. Numa primeira fase os contactos estabeleceram-se por correio eletrónico e posteriormente reforçados por telefone. A primeira recolha foi feita junto das federações e só depois, por indicação destas, ou pela impossibilidade de obtenção de dados, efetuaram-se contactos com associações locais.

Tempo Livre © 2021. All Rights Reserved. Created by Design Me